APOIOS EDUCATIVOS: Procedimentos dirigidos a alunos com necessidades educativas especiais e colaboração com professores. Estudo de Casos - 012

Objectivos

-          Obter conhecimentos sobre alunos com necessidades educativas decorrentes ou não de deficiência;

-          Identificar/avaliar alunos com necessidades educativas especiais;

-          Compreender a natureza dos problemas dos alunos;

-          Construir/adaptar currículos;

-          Avaliar currículos;

-          Identificar/seleccionar as modalidades de apoio consideradas mais adequadas;

-          Diferenciar o ensino em contexto de sala de aula;

-          Melhorar a acção global na escola no sentido de identificar soluções ambientais e pedagógicas que promovam a igualdade de oportunidades;

-          Desenvolver estratégias de trabalho em equipa

-          Conhecer, interpretar e aplicar a legislação existente sobre alunos com necessidades educativas especiais.

Conteúdos

1-       Evolução histórica da instituição escolar e a concepção actual de escola para todos

1.1-    A escola actual como organização

1.2-    Variáveis que interferem na qualidade da escola

1.3-    Os conceitos de integração e inclusão. Análise e interpretação da legislação em vigor

2-       Atitudes dos professores face às diferenças individuais dos alunos

2.1- Diversidade cultural e social

2.2- Alunos com necessidades educativas especiais não decorrentes de deficiência

        2.2.1- Conceito de dificuldades de aprendizagem. Etiologia e factores

        2.2.2- Distúrbios de leitura, escrita e cálculo

        2.2.3- Sobredotação

        2.2.4- Problemas emocionais e de desadaptação escolar

2.3- Necessidades educativas especiais decorrentes de deficiência e procedimentos gerais e específicos adequados a cada problemática

        2.3.1- Deficiência mental, visual, auditiva, motora, doenças crónicas e multideficiência

3-       Abordagem teórica aos princípios de desenvolvimento curricular

3.1- A flexibilização curricular como resposta às necessidades específicas dos alunos

4-       As representações e expectativas dos professores e a sua influência no rendimento académico dos alunos

5-       A motivação: conceito e estratégias a utilizar em contexto de sala de aula

6-       A indisciplina: estratégias a utilizar em contexto de sala de aula

7-       Avaliação formativa: a sua função no conhecimento do aluno e na mudança das práticas dos professores. Análise e interpretação da legislação em vigor

8-       A gestão da sala de aula

8.1- A gestão dos espaços e dos tempos

8.2- O modelo de aprendizagem cooperativa

8.3- Trabalho de projecto

8.4- Trabalho entre pares

8.5- Trabalho sobre ficheiros

8.6- Instrumentos de registo de alunos e professores

9-       Estudo de casos

9.1- Construção de guiões de entrevistas dirigidas a alunos pais e professores

9.2- Técnicas de condução de entrevistas

9.3- A observação naturalista e sistemática em contexto de sala de aula

9.4- Técnicas de observação e registo de dados

9.5-Avaliação dos pré-requisitos e áreas académicas

       9.5.1- Utilização de instrumentos de avaliação nas áreas perceptivo-motoras, leitura, escrita e cálculo

       9.5.2- A análise de conteúdo da globalidade dos registos efectuados e síntese interpretativa tendentes à compreensão do “caso”

10- A construção de planos e programas educativos individuais centrados nas necessidades educativas dos alunos.

Conteúdos

1-       Evolução histórica da instituição escolar e a concepção actual de escola para todos

1.1-    A escola actual como organização

1.2-    Variáveis que interferem na qualidade da escola

1.3-    Os conceitos de integração e inclusão. Análise e interpretação da legislação em vigor

2-       Atitudes dos professores face às diferenças individuais dos alunos

2.1- Diversidade cultural e social

2.2- Alunos com necessidades educativas especiais não decorrentes de deficiência

        2.2.1- Conceito de dificuldades de aprendizagem. Etiologia e factores

        2.2.2- Distúrbios de leitura, escrita e cálculo

        2.2.3- Sobredotação

        2.2.4- Problemas emocionais e de desadaptação escolar

2.3- Necessidades educativas especiais decorrentes de deficiência e procedimentos gerais e específicos adequados a cada problemática

        2.3.1- Deficiência mental, visual, auditiva, motora, doenças crónicas e multideficiência

3-       Abordagem teórica aos princípios de desenvolvimento curricular

3.1- A flexibilização curricular como resposta às necessidades específicas dos alunos

4-       As representações e expectativas dos professores e a sua influência no rendimento académico dos alunos

5-       A motivação: conceito e estratégias a utilizar em contexto de sala de aula

6-       A indisciplina: estratégias a utilizar em contexto de sala de aula

7-       Avaliação formativa: a sua função no conhecimento do aluno e na mudança das práticas dos professores. Análise e interpretação da legislação em vigor

8-       A gestão da sala de aula

8.1- A gestão dos espaços e dos tempos

8.2- O modelo de aprendizagem cooperativa

8.3- Trabalho de projecto

8.4- Trabalho entre pares

8.5- Trabalho sobre ficheiros

8.6- Instrumentos de registo de alunos e professores

9-       Estudo de casos

9.1- Construção de guiões de entrevistas dirigidas a alunos pais e professores

9.2- Técnicas de condução de entrevistas

9.3- A observação naturalista e sistemática em contexto de sala de aula

9.4- Técnicas de observação e registo de dados

9.5-Avaliação dos pré-requisitos e áreas académicas

       9.5.1- Utilização de instrumentos de avaliação nas áreas perceptivo-motoras, leitura, escrita e cálculo

       9.5.2- A análise de conteúdo da globalidade dos registos efectuados e síntese interpretativa tendentes à compreensão do “caso”

10- A construção de planos e programas educativos individuais centrados nas necessidades educativas dos alunos.

 

Apoios Educativos...

 
Avaliação

Trabalho individual: Estudo de caso

Construção de Plano e ou Programa Educativo Individual dirigido a alunos da escola onde o formando exerce funções.

- A assiduidade (frequência obrigatória de 2/3 da carga horária total)

Notação: Com aproveitamento / Sem aproveitamento.